Você sabia que o segundo maior caso de abstenção no trabalho são os problemas psicológicos?

Apesar de comum, esses episódios ainda são um tabu enfrentados em muitas empresas. Termos como “frescura” ou “loucura” continuam a ser usados para situações como essas. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem reforçado cada vez mais a necessidade de investir em ações que promovam a saúde mental no trabalho, assim como instituiu o dia 10 de outubro como Dia Mundial da Saúde Mental.

Cobramos e somos cobrados diariamente, independente da profissão. Exigimos mais de nós mesmos e o estresse, que está ligado a esse fato, é um dos problemas mais comuns entre os transtornos psicológicos, ainda mais em ambientes corporativos onde produtividade, metas e objetivos fazem parte da vivência.

O fácil acesso que temos a informações hoje em dia contribui para uma sobrecarga de conhecimentos e responsabilidades, cooperando para possíveis quadros de estresse. Esse quadro pode levar a ansiedade, depressão ou problemas físicos, como doenças cardíacas ou neurológicas.  

Saúde Mental não é um assunto importante apenas para os colaboradores. Quando gestores criam uma cultura que apoia os cuidados com a mente e o emocional, os funcionários têm duas vezes mais probabilidade de dizer que estão satisfeitos com o seu trabalho e são mais propensos a desenvolver uma longa jornada junto a empresa.

Investir em saúde mental traz retorno. Boa saúde mental no trabalho e boa gestão andam de mãos dadas e há fortes evidências que empresas com altos níveis de bem-estar mental são mais produtivas. Segundo a Fundação de Saúde Mental Britânica, abordar o bem-estar mental no trabalho aumenta a produtividade em até 12%.

Uma excelente alternativa para prevenir esses problemas é promover programas e palestras que tratem da saúde mental. Esse tema deve ser apresentado com frequência para estimular a participação de todos. É um assunto a ser tratado rotineiramente para evitar que os profissionais se isolem e alimentem uma dor silenciosa.

É fundamental treinar a liderança para aprimorar as relações pessoais e promover iniciativas que reduzam o estresse dos colaboradores e os conflitos pessoais, momentos de descontração, ginásticas laborais, pausas e, até mesmo, mudanças estruturais no ambiente.

Outra opção é criar um canal aberto, com diálogos constantes e interação entre os profissionais da empresa, o que contribui para aliviar a pressão do dia a dia no trabalho e tornar as relações mais empáticas.

Para garantir a saúde mental no trabalho, líderes, colaboradores e, principalmente, empresas precisam estar atentas a esse tema que tem grande impacto nos resultados do negócio e na vida dos funcionários. Com processos e ferramentas adequados, esse pode se tornar um diferencial competitivo, garantindo a retenção de talentos e o bom desempenho do time.

Quer saber mais sobre esse assunto?

No dia 27 de abril de 2022, teremos a 1ª edição do “RH & Gestão”, uma parceria da Linus com a ABC – Associação Brasileira de Cosmetologia, evento que abrirá espaço para discussões e muitas trocas. Como curadora do evento, a Linus levará toda sua expertise e conhecimento no mercado cosmético. 

Venha participar conosco e descubra caminhos e alternativas para se ter melhores resultados e desenvolver melhor o seu negócio! 

Faça sua inscrição clicando aqui.

https://www.casadacosmetologia.com.br/rh-gestao

Esperamos por você no dia 27 de abril. 

Add Comment

Language
WhatsApp chat